jueves, 25 de octubre de 2012

TRANSFORMANDO LAS CIUDADES CON LAS CÉLULAS


El trabajo celular lleva la vida cristiana a otros ámbitos de la vida. Saca a Dios del edificio religioso para llevarlo al hogar, a la vida diaria. Cuando una célula se abre en un hogar, la familia es afectada ya que existe un elemento común que toma el espacio en la casa. Los vecinos que rodean esa casa saben muy bien que en ese hogar se desarrolla una reunión una vez por semana. Tal conocimiento coloca una responsabilidad sobre los anfitriones de vivir su fe de manera consecuente en su vecindario.
De esa manera, nuevas relaciones se establecen entre la familia cristiana y sus vecinos. Una nueva relación que se basa en el testimonio público de fe que hacen los cristianos al abrir cada semana las puertas de su casa para testificar de Jesús. Cosa muy diferente si el ejercicio de la fe se reservara solamente para un edificio específico.
Esa misma vivencia de fe es la que hace que otras personas alcancen la conversión. Así, la comunidad va siendo transformada de casa en casa. El gran ideal debe ser no solamente promover la conversión de individuos sino la transformación de vecindarios, ciudades, regiones y países.
La posibilidad de transformar ciudades y países es tan cierta como cierta fue la transformación del Imperio Romano que lograron los primeros cristianos. La única razón por la que no se pudieran tener resultados similares sería continuar con la tradición del divorcio entre iglesia y sociedad. Pero en la medida que la cultura celular pernee generaciones de cristianos, la transformación se verá mucho más cercana.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Transforming cities with cells.

The cell work carries the Christian life to other ambits of life. It takes God out of the religious building to bring Him to the home, to the daily life. When a cell is opened in a household, the family is affected since there is a common element that takes up the space in the house. The neighbors surrounding that house are well aware that in that home a meeting takes place once a week. Such knowledge places a responsibility on the hosts to live their faith in their neighborhood in a consistent way.
In that way, new relationships are established between the Christian family and their neighbors. A new relationship that is based on the public testimony of faith that Christians give each week when opening the doors of their house to testify about Jesus. Something totally different if the exercise of faith was reserved only for a specific building.
That same experience of faith is what makes other people reach conversion. Thus, the community is transformed from house to house. The great ideal must not only be to promote the conversion of individuals but the transformation of neighborhoods, cities, regions and countries.
The possibility of transforming cities and countries is as certain as certain was the transformation of the Roman Empire that the early Christians achieved. The only reason for not having similar results would be to continue the tradition of separation between church and society. But as the cell culture sets out generations of Christians, the transformation will be much closer.



TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Transformando Cidades com as Células.

O ministério das células traz a vida cristã de volta para casa. Deus sai do prédio da religiosidade para a vida diária. Quando uma célula é aberta em uma casa, a família é afetada até nos mais íntimos níveis de vida. Os vizinhos ao redor da casa estão cientes de que está acontecendo uma reunião durante a semana. Esse conhecimento leva o anfitrião a uma nova responsabilidade, a de viver a mensagem de sua fé de maneira consistente e exemplar. 

Novos relacionamentos são estabelecidos entre a família cristã e seus vizinhos. É um relacionamento baseado em um testemunho público de fé. Isso é algo novo, fresco e revigorante, especialmente se o exercício da fé estava antes reservado para um prédio específico, em um dia específico da semana. Agora, o testemunho do poder de transformação de Deus está onde as pessoas vivem. A igreja vem para casa.

O objetivo não é somente a conversão de indivíduos, mas a transformação de bairros, cidades, regiões e países. A possibilidade de transformar as cidades e países era o que estava acontecendo no Império Romano, quando os primeiros cristãos ministravam de casa em casa. Uma das razões-chave para isso não estar acontecendo em nossa geração é a separação entre igreja e sociedade. Mas à medida que a cultura da igreja em células penetrar na sociedade, e novos discípulos forem gerados no processo, essa transformação estará cada vez mais perto de acontecer.