jueves, 29 de enero de 2015

EL CICLO CELULAR.

El modelo celular es un ciclo que se alimenta a sí mismo. Los eslabones de ese ciclo se pueden resumir en los siguientes elementos: más líderes igual a más células, más células igual a más personas alcanzadas, más personas alcanzadas igual a mayor cantidad de bautismos en agua, mayor cantidad de bautizados en agua igual a mayor cantidad de candidatos a líder, mayor cantidad de candidatos igual a mayor cantidad de líderes. Así, el ciclo vuele a comenzar.
Dado que se trata de un ciclo, éste vuelve a repetirse una y otra vez. La capacidad de una iglesia para multiplicar líderes está limitada por la cantidad de población que haya en su ciudad. Pero éste no es un ciclo automático. Con mucha frecuencia la ecuación anterior no funciona en la vida real. Siempre que el ciclo se interrumpe es porque uno de los eslabones se rompió. Para asegurar que el ciclo continúe de manera indefinida hay que asegurar que cada líder reciba su célula, que cada célula haga invitados, que los invitados nazcan de nuevo, que los nacidos de nuevo sean discipulados y se bauticen en agua, que los bautizados en agua asistan a la Ruta del Líder y que cada persona que reciba la Ruta se convierta en un nuevo líder.
Es importante fijar el ADN del sistema para que luego se continúe reproduciendo. Al girar sobre sí mismo, este ciclo crea una fuerza centrípeta que puede atraer a personas fuera de él. Esas personas que se interesan por el sistema celular llevan la ventaja que fueron atraídos por la dinámica misma del ciclo. No es difícil incorporar a las personas que son atraídas de esa manera. En resumen, el modelo celular se reproduce a sí mismo produciendo sus propios líderes, pero también puede atraer a personas externas para hacer de ellas también líderes.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

The cell cycle.
The cell model is a cycle that feeds on itself. The links in this cycle can be summarized in the following: more leaders equals to more cells, more cells equals to more people reached, more people reached equals to a greater amount of baptisms in water, the more water baptized equals to a greater amount of leader’s candidates, a greater amount of candidates equals to a greater number of leaders. Thus the cycle starts back again.
Since this is about a cycle, it repeats over and over again. The church’s ability to multiply leaders is limited by the amount of people in its city. But this is not an automatic cycle. Quite often the above equation does not work in real life. Whenever the cycle is interrupted, it is because one of the links broke. To ensure the cycle’s indefinite continuity we must ensure that each leader receives his cell, that each cell makes guests, that guests are born again, that the born again are discipled and are baptized in water, that the baptized in water attend the Leader’s Route and that each person who receives the Leader’s Route becomes a new leader.
It is important to secure the system’s DNA so that later on it continues reproducing. By turning around itself, this cycle creates a centripetal force that can attract people from outside of it. Those people who become interested in the cell system have the advantage to be attracted by the own dynamics of the cycle. It is not difficult to incorporate people who are attracted in that way. Doing recap, the cell model reproduces itself by producing its own leaders, but it can additionally attract outsiders to also make them leaders.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

O ciclo da célula.
O modelo de célula é um ciclo que se auto alimenta. As ligações neste ciclo podem ser resumidas na seguinte forma:
                Mais líderes é igual a mais células
                Mais células é igual a mais pessoas alcançadas
                Mais pessoas alcançadas é igual a um número maior de batismos na água
                Mais batismos na água é igual a um número maior de candidatos à liderança
                Mais candidatos à liderança é igual a um número maior de líderes
Assim, o ciclo começa novamente. Como se trata de um ciclo, ele se repete inúmeras vezes. A capacidade da igreja para multiplicar líderes é limitada pela quantidade de pessoas em sua cidade.
Mas este não é um ciclo automático. Muitas vezes a equação acima não funciona na vida real. Sempre que o ciclo é interrompido, é porque uma das ligações está quebrada. Para garantir a continuidade indefinida do ciclo, temos de assegurar que cada líder está preparado para liderar a célula, que cada célula evangeliza, que novas pessoas são nascidas de novo, que os nascidos de novo são discipulados, batizados na água, começam a frequentar o equipamento (caminho ou rota) e, finalmente, de que aqueles que se graduam se tornam líderes.
É importante estabelecer o DNA do ciclo celular a fim de assegurar sua continuação. Ao manter o ritmo do ciclo, desenvolve-se uma força centrípeta que pode atrair pessoas de fora. Aquelas pessoas que se interessam pelo sistema de célula são então atraídas pela dinâmica do ciclo. Não é difícil incorporar pessoas que são atraídas dessa forma. Mais uma vez, o modelo de célula se reproduz através da produção de seus próprios líderes, mas pode adicionalmente atrair pessoas de fora para também torná-las líderes. 

jueves, 15 de enero de 2015

LOS VALORES DEL TRABAJO CELULAR.

Al hablar del modelo celular muchas personas continúan conectándolo con el crecimiento de la iglesia. Se piensa que al adoptar el modelo celular se tendrá como resultado una mega iglesia. Pero si echamos un vistazo encontraremos que las mega iglesias son una excepción antes que la norma en el movimiento celular. La verdadera finalidad de trabajo celular no es estrictamente el crecimiento numérico; lo es el regreso al modelo del Nuevo Testamento y a los valores fundamentales del cristianismo.
Mientras no se comprenda esa realidad las inquietudes siempre girarán en torno a cómo multiplicar las células, cuál es el papel del líder, cuánto tiempo se necesita para multiplicar una célula, etc. Esas preguntas reflejan el deseo de querer encontrar la llave maestra que abrirá el camino hacia una mega iglesia. Pero mientras se enfocan en el crecimiento, se puede descuidar aspectos esenciales de la vida cristiana como el discipulado, el uso de los dones, el ministerio de los creyentes, la comunidad como cuerpo de Cristo, etc.
El enfoque debe ser en lo esencial del trabajo celular. Lo esencial son los valores y los principios. Éstos son inalterables porque se rigen por la palabra de Dios. En cambio los modelos no son transferibles, no se deben copiar. Lastimosamente la mayor parte de las preguntas de las personas son relacionadas al modelo y no a los valores y principios. Pero son éstos los que dan vida al modelo y no a la inversa.  


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

The values ​​of cell work.
When speaking about the cell model many people continue connecting it with church growth. It is thought that by adopting the cell model the result will be a mega church. But if we look we’ll find that mega churches are the exception rather than the rule in the cell movement. The true purpose of cell work is not strictly the numerical growth, but to return to the New Testament model and the fundamental values ​​of Christianity.
The concerns will always revolve around how to multiply the cells, what is the leader’s role, how long does it take to multiply a cell, etc. while this reality isn’t understood. Those questions reflect the desire to find the master key that will open the way to a mega church. But while focusing on growth, one can neglect essential aspects of the Christian life as discipleship, the use of the gifts, the ministry of believers, and the community as the body of Christ, etc.
The focus should be on the substance of cell work.  The values ​​and principles are the essential. These are unalterable because they are governed by the word of God. On the contrary, the models are not transferable, these should not be copied. Unfortunately most of the questions people ask are related to the model and not to the values ​​and principles. But these are the ones that give life to the model and not the way around.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Os valores do trabalho celular.

Ao falar sobre o modelo celular, muitas pessoas continuam ligando-o com o crescimento da igreja. Eles acham que ao adotar o modelo celular terão uma igreja enorme. Mas se nós olharmos atentamente, vamos perceber que igrejas enormes são mais exceções do que a regra do movimento celular. O verdadeiro propósito do ministério de células não é estritamente o crescimento numérico, mas um retorno ao modelo do Novo Testamento e aos valores fundamentais do cristianismo.
Se o objetivo é se tornar uma igreja enorme, o pastor ficará preocupado principalmente em como multiplicar as células, qual é o papel do líder, quanto tempo leva para multiplicar uma célula, e assim por diante. Estas questões refletem o desejo de encontrar a chave mestra que de alguma forma vai abrir o caminho para se tornar uma super igreja. Mas ao se concentrar no crescimento, pode-se negligenciar aspectos essenciais da vida cristã, como o discipulado, o uso dos dons, o ministério dos crentes, e da comunidade como o corpo de Cristo.
O foco deve ser o fundamento bíblico do ministério de células. Os valores e princípios são o essencial. Eles são inalteráveis , porque são governados pela Palavra de Deus. Os modelos, ao contrário, não são transferíveis, eles não devem ser copiados. Infelizmente a maioria das perguntas que as pessoas fazem estão relacionadas ao modelo e não aos valores e princípios. Mas estes são os que dão vida ao modelo, e não o contrário. 

miércoles, 24 de diciembre de 2014

ENFOCADOS EN EL POR QUÉ.

El enfoque de los líderes en el por qué del trabajo celular se logra por medio de las reuniones semanales de supervisión. Esta se realiza entre los pastores de zona y sus supervisores y líderes. En ella, el pastor de zona siempre vuelve sobre los elementos esenciales del modelo celular. Es la gota constante que cada semana enfatiza el por qué del trabajo.
No obstante, el recurso que sirve como el más grande faro de orientación es la conferencia anual de supervisores y líderes. Esa actividad se realiza a mediados del año, normalmente en julio, y congrega a los líderes durante una semana entera para fortalecer los elementos bíblicos que constituyen el por qué del trabajo. Es una especie de curso intenso que se recibe todos los años y que unifica, al mismo tiempo que moldea, el trabajo celular. Sirve mucho de inspiración pero el motivo principal es la orientación filosófica del modelo.
En el caso del pastor Cho, la conferencia la realiza dos veces al año. En nuestro caso es solamente una vez en el año pero ha sido de mucha utilidad para darle rumbo y sustentación al trabajo celular.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Focused on why.
The leaders’ focus on why doing the cell work is accomplished through the weekly supervision meetings. This meeti.ng takes place with the zone pastors and their supervisors or coaches, and leaders. Here the zone pastor always goes through the essential elements of the cell model. It is the constant drop that every week emphasizes on why this job is done.
However, the resource that serves as the largest lighthouse of guidance is the annual conference of supervisors and leaders. That activity takes place in the middle of the year, usually in July, and gathers the leaders for a whole week to strengthen the biblical elements that constitute the question why the job. It's kind of an intense course that is received every year and that unifies, while it molds the cell work. It is very inspiring, but the main reason is the philosophical orientation of the model.
In Pastor Cho’s case, the conference takes place twice a year. In our case it is only once a year, but it has been very useful to give direction and maintenance to the cell work.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Focada em razão.
Por meio das reuniões semanais de supervisão, mantemos os líderes de célula focados no “porquê” do ministério de células. Essas reuniões acontecem com os pastores de área e supervisores/coaches. O objetivo dessas reuniões é ajudar os líderes a compreender os elementos essenciais do modelo de células, e os pastores de área e supervisores focam nisso de forma persistente. Os líderes de célula realmente captam a visão quando entendem porque o ministério de células é tão importante, e essa ênfase acontece semanalmente.
No entanto, provavelmente o evento mais importante de enfatizar a visão e compartilhar as ferramentas é nossa conferência anual para supervisores e líderes. Esse evento acontece no meio do ano, geralmente em julho, e reúne os líderes para uma semana inteira para reforçar os fundamentos bíblicos que constituem o “porquê” do ministério de células. É uma espécie de curso intensivo que acontece todos os anos e unifica modelos, e fortalece o ministério de células. Embora esse evento ser muito inspirador, a principal razão é a ênfase na filosofia do modelo.

Na igreja do pastor Cho, este tipo de conferência acontece duas vezes no ano. No nosso caso, é só uma, mas tem sido muito importante para dar direção e manutenção ao ministério de células.

jueves, 18 de diciembre de 2014

LA RAZÓN DEL TRABAJO CELULAR.

La iglesia organizada de manera celular responde al modelo del Nuevo Testamento. Permite a los creyentes evangelizar, edificarse, tener comunión y ejercer los dones que el Espíritu Santo les ha entregado. La iglesia, como cuerpo de Cristo, se edifica en la medida que cada creyente ejerce su sacerdocio y cumple con el papel que le ha sido asignado como miembro de ese cuerpo.
Esa es la razón de organizarse como comunidad de Cristo en las casas y en las celebraciones. El propósito esencial no es necesariamente el crecimiento numérico sino el vivir como cuerpo de Cristo. En otras palabras, se trata de un acto de obediencia al diseño de Dios para su iglesia. Al hablar de la organización celular de la iglesia, en verdad, no se trata de algo opcional. La realización del sacerdocio de todos los creyentes, el ejercicio de los dones, en fin, desarrollar la obra del ministerio se produce de manera natural y necesaria a través del trabajo celular. Este el por qué del modelo.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

The reason for cell work.
The church organized according to the cell pattern responds to the New Testament model. It enables believers to evangelize, edify themselves, have fellowship and exercise the gifts that the Holy Spirit has given them. The church as the body of Christ is built up as every believer exercises his priesthood and fulfills the role that has been assigned to him as a member of that body.
That is the reason why to be organized as a community of Christ in the houses and in the celebrations. The main purpose is not necessarily the numerical growth but living as the body of Christ. In other words, it is about an act of obedience to God's design for His church. When speaking about the church’s cell organization, it is truly not about something optional. The achievement of the priesthood of all believers, the exercising of the gifts; in brief, the development of the work of ministry is something that happens naturally and necessarily through the cell work. This is the reason for the model.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Razões para o ministério de células.
A igreja organizada conforme o padrão de células é baseada no modelo do Novo Testamento. Ele possibilita os crentes a evangelizar, ministrar uns aos outros, ter companheirismo, e a exercitar os dons que o Espírito Santo lhes deu. A igreja como o corpo de Cristo é construída à medida que cada crente exerce o sacerdócio de todos os crentes e cumpre o papel que lhe foi atribuído como um membro desse corpo.
O texto acima ilustra o porquê é essencial ser organizada como a comunidade de Cristo através do ministério de casa em casa e depois celebrando juntos em encontros maiores. O principal propósito não é necessariamente o crescimento numérico, mas viver como o corpo de Cristo. Em outras palavras, trata-se de um ato de obediência ao desígnio de Deus para a Sua igreja. Ao falar sobre a organização das células da igreja, realmente não se trata de algo opcional. A realização do sacerdócio de todos os crentes, o exercício dos dons; em resumo, o desenvolvimento do trabalho do ministério é algo que acontece naturalmente e necessariamente por meio do trabalho das células. Essa é a razão para o modelo. 

jueves, 11 de diciembre de 2014

CONTENIDOS DE LA LECCIÓN DE LA CÉLULA.

Nuestra guía de lección de la célula sigue los pasos básicos de una enseñanza: Introducción, cuerpo y aplicación. Estos tres pasos están señalados claramente y el líder puede notar el paso de uno a otro. Esto tiene por objeto que en la enseñanza no quede ninguno de los aspectos por fuera.
La introducción relaciona al oyente con la Escritura a desarrollar. El cuerpo de la enseñanza ofrece el contenido del día, normalmente distribuido en tres o cuatro puntos. Finalmente, la aplicación toma la enseñanza del día y la aplica a los oyentes en su realidad diaria. No hay enseñanza que no termine con su respectiva aplicación.
El ejercicio de seguir este formato semana tras semana hace que los líderes vayan acostumbrándose a una presentación ordenada de un tema. Con el tiempo, este es un esquema que no solo poseen mentalmente sino que también han aprendido a usarlo en la práctica. A partir de ese momento, ellos tienen la capacidad de ordenar cualquier enseñanza que deseen impartir en otras ocasiones o necesidades.
Saben que toda enseñanza debe tener una aplicación práctica para los oyentes. No se tratará solo de una enseñanza suelta sino que irá dirigida al corazón de la vida diaria de los oyentes. Así, las enseñanzas cobran vida para quien la recibe. Pues no se le está hablando de algo que tenía que ver con las personas de hace dos milenios sino con nosotros, ahora y aquí.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Cell’s lesson content.
Our cell lesson’s guide follows the basic steps of a teaching: Introduction, body and application. These three steps are clearly indicated and the leader can notice the transition from one to another. The reason for this is to avoid leaving out from the lesson any of the aspects.
The introduction connects the listener with the Scripture that will be developed. The body of the teaching provides the content of the day, usually divided into three or four points. Finally, the application takes the teaching of the day and applies it to the listeners in their daily life. There is no teaching that doesn’t end with its respective application.
The exercise of following this format week after week makes leaders become more accustomed to an orderly presentation of a theme. Over time, this is an outline that they have not only in their minds, but that they have also learned to use in practice. From that moment on, they have the ability to put in order any teaching that they wish to impart in other occasions or needs.
They know that every teaching should have a practical application for the listeners. It will not be just a loose teaching but it will target the core of the listeners’ daily lives. Thus, the lessons come alive to the recipient, since we are not talking about something that had to do with the people from two millennia ago but with us, here and now.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Conteúdo da lição da célula.
Nosso guia de lição da célula segue os passos básicos do ensino: introdução, corpo e aplicação. Estes três passos são claramente indicados, e o líder nota a transição de um para o outro. A razão disso é para evitar deixar de lado qualquer destes aspectos da lição.
A introdução conecta o ouvinte com a Escritura que será desenvolvida. O corpo do ensino fornece o conteúdo bíblico, geralmente dividido em três ou quatro pontos. Finalmente, a aplicação pega a parte ensinada e a aplica ao dia-a-dia dos ouvintes. Não existe ensinamento que não termine com aplicação.
Ao seguir o mesmo formato semana após semana, os líderes se acostumam com uma apresentação ordenada de um tema. Com o tempo, eles não só entendem a ordem "mentalmente", mas também "praticamente". Isso se torna um hábito porque eles se acostumam a fazer isso semana após semana. Quando esse tipo de ensino prático se torna um hábito, eles são capazes de fazer o mesmo com qualquer ensinamento que desejam expor.

Os líderes sabem que qualquer ensinamento deve incluir aplicação prática aos ouvintes. Não é simplesmente ensinar um conteúdo teórico. Em vez disso, ele deve ter aplicação focada para a vida dos ouvintes. Dessa forma, a lição se torna viva aos destinatários, já que todos sabem que nós não estamos falando sobre algo que só se aplica às pessoas de dois mil anos atrás, mas às vidas de pessoas vivendo aqui e agora.

jueves, 27 de noviembre de 2014

LAS LECCIONES DE CÉLULAS EN ELIM.

Estoy completamente de acuerdo en que la lección de la célula debe basarse en el sermón del domingo del pastor principal. Eso permite que exista un vínculo entre la celebración y la célula, entre el pastor y el líder, entre lo que se enseña en el púlpito y lo que se enseña en las casas. No obstante, en Elim no usamos el sermón dominical para la enseñanza en la célula.
Esto por una razón práctica y es que en Elim se celebran seis servicios los días domingos y en cada uno de ellos se imparte un sermón diferente. De manera que al final del domingo nos encontramos con seis sermones que las personas escucharon. Para resolver esta situación y para conservar el principio de unidad de enseñanza del pastor y de los líderes, me corresponde elaborar previamente las enseñanzas del trimestre para los líderes. Esta enseñanza sigue un estudio versículo a versículo de los libros del Nuevo Testamento. Las lecciones se publican de manera anticipada en forma de un folleto que puede ser adquirido a muy bajo precio.
De esta manera, el líder dispone de las 13 lecciones del trimestre al principio del mismo y puede estudiar la que corresponde a la semana y hacer las preguntas que surjan a su supervisor o pastor de zona. Aunque pienso que lo ideal sigue siendo usar el sermón del domingo en las células, en nuestro caso particular tal cosa no resulta práctica. Pero, este recurso nos ha servido de mucho y ha sido adoptado por todas nuestras iglesias filiales e inclusive por otras denominaciones que adquieren nuestra guía cada trimestre. Esto ha sido muy útil para conservar la unidad de enseñanza y una manera efectiva de supervisión del trabajo.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Elim’s cells lessons.
I totally agree that the cell’s lesson must be based on the senior pastor’s Sunday sermon. That allows a link between the celebration and the cell, between the pastor and the leader, and between what is taught in the pulpit and what is taught in the houses. However, at Elim we do not use the Sunday sermon for the teaching in the cell.
This happens for a practical reason since at Elim six services are held on Sundays and a different sermon is imparted in each one of them. Therefore, on Sunday at the end of the day people have listened to six sermons. In order to solve this situation and to preserve the principle of unity of teaching of the pastor and leaders, I have to prepare previously the quarter’s teachings for the leaders. This teaching follows a verse-by-verse study of the books of the New Testament. The lessons are published in advance in the form of a booklet that can be purchased at a very low price.
Thus, the leader has for his disposal 13 lessons of the quarter at the beginning of the quarter, and he can study the one that corresponds to each week and ask his supervisor or zone pastor the questions that come up. Although I think that the ideal is to still use the Sunday sermon in the cells, particularly in our case, such a thing is impractical. But, this resource has served us well and has been adopted by all of our branch churches and even by other denominations that purchase our guide each quarter. This has been very helpful to preserve the unity of teaching and an effective way to supervise the work.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Palavras da célula de Elim.
Eu concordo plenamente que a palavra da célula deve ser baseada no sermão de domingo do pastor principal. Isso permite uma conexão entre a Celebração e a célula, entre o pastor e o líder, e entre o que é ensinado no púlpito e o que é ensinado nas casas. No entanto, em Elim nós não usamos o sermão de domingo para o ensino na célula.
A razão para isso é muito prática. Em Elim, nós realizamos seis cultos no domingo e um sermão diferente é pregado em cada um deles. Por isso, é possível que alguém tenha ouvido seis sermões ao final do dia. Para resolver essa situação e preservar o princípio de unidade doutrinária entre as palavras da célula, eu preparo as palavras do líder de célula para três meses com antecedência. Este ensinamento segue um estudo versículo por versículo dos livros do Novo Testamento. As palavras são publicadas com antecedência sob a forma de um livreto, que pode ser comprado por um preço bem baixo.
Assim, o líder tem à sua disposição treze palavras no início do trimestre que durarão pelo trimestre inteiro. Ele ou ela podem estudar a palavra que corresponde àquela semana em particular e então perguntar ao supervisor ou pastor de zona sobre quaisquer perguntas difíceis que possam surgir. Embora eu pense que o ideal ainda é usar o sermão de domingo nas células; particularmente em nosso caso, tal coisa é impraticável. Mas este recurso tem nos servido bem e tem sido adotado por todas as nossas igrejas filiais e até por outras denominações que compram nosso guia a cada trimestre. Isso tem sido muito útil para preservar a unidade de ensino e uma forma eficaz de supervisionar o trabalho.


jueves, 20 de noviembre de 2014

EL LÍDER COMO SER HUMANO.

El tiempo de la cosecha del café en El Salvador, que va de noviembre a enero de cada año, llevaba a los miembros de la iglesia a trasladarse de la ciudad a las montañas. Esto quebraba la estructura del trabajo celular por tan larga ausencia.
Hicimos esfuerzos creativos para que las personas en las montañas pudieran continuar sus esfuerzos evangelizadores. Eso se logró en una medida inferior a la que se lograba con el trabajo constante de las células en las casas. No obstante, eso era mejor que no hacer nada.
Al fondo de todo esto, lo que había era una lucha por la sobrevivencia. La cosecha del café era para muchos el único ingreso seguro que tendrían durante el año. Con ello ahorraban lo suficiente para enviar a sus niños a la escuela y para comprar ropa y calzado para el resto del año. No se trataba de algo opcional para la mayoría sino de la lucha por la sobrevivencia.
Como iglesia, entendimos que debíamos respetar el derecho que cada familia tenía de procurarse su subsistencia. Mal hubiésemos hecho al intentar presionar a las personas para quedarse en la ciudad y seguir trabajando con el modelo celular. Después de todo “no fue hecho el hombre por causa del sábado sino el sábado por causa del hombre’. El valor principal es el ser humano y sus necesidades. Para el mes de febrero el grueso de las personas estaban de regreso y las cosas retomaban su ritmo. En el verano de los países del Primer Mundo el principio es igual: el sábado se hizo por causa del hombre.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

The leader as a human being.
The time to harvest coffee in El Salvador that goes from November to January each year, made the church members move from the city to the mountains. This broke the cell work structure because of the long absence.
We made creative efforts so people in the mountains could continue their evangelist efforts. That was achieved in a lower extent than how it was achieved with the continued work of the cells in the houses. However, that was better than doing nothing.
Deep down, what we had here was a struggle for survival. The coffee harvest was for many the only assured income they would have during the year. With it, they were able to save enough to send their children to school and to buy clothes and shoes for the rest of the year. For the majority it was not about something optional but about fighting for survival.
As a church, we understood that we had to respect the right that every family had to procure their subsistence. We would have done wrong trying to pressure people to stay in the city and continue working with the cell model. After allThe Sabbath was made for man, not man for the Sabbath”. The main value is the human being and his needs. On the month of February most of the people were back and things went back to normal. In the summer of the First World countries the principle is the same: the Sabbath was made for man.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

O líder como um ser humano.
O tempo de colher café em El salvador (Novembro a Janeiro) fez os membros da igreja se mudarem da cidade para as montanhas. Inicialmente, essa temporada de colheita feriu nossa estrutura celular. Mas fizemos criativos esforços para ajudar nosso povo a continuar com seus esforços evangelísticos, mesmo enquanto estavam longe, nas montanhas. Nós não vimos os mesmos resultados que viríamos através dos grupos de célula normais nas casas, mas foi melhor do que não fazer nada.
No fundo, o que tínhamos era uma luta pela sobrevivência. Para muitos a colheita de café era a única renda certa que teriam durante o ano. Com isso, eles eram capazes de economizar o suficiente para mandar suas crianças para a escola e comprar roupas e sapatos para o resto do ano. Para a maioria não se tratava de algo opcional, mas sim de luta pela sobrevivência.
Como uma igreja, nós entendemos que tínhamos que respeitar o direito que cada família tinha de procurar seu sustento. Nós teríamos feito errado em tentar pressionar as pessoas a ficar na cidade e continuar trabalhando com o modelo celular. Afinal, “O dia de descanso (Sabbath) foi feito para o homem, não o homem para o dia de descanso”. O valor principal é o ser humano e suas necessidades. Até o mês de fevereiro, a maioria das pessoas estavam de volta em Santa Ana e as coisas voltaram ao normal. Nós aprendemos lições importantes sobre flexibilidade e foco no bem-estar de nossos líderes e suas famílias.