jueves, 1 de diciembre de 2016

LOS NIÑOS Y JÓVENES EN LA IGLESIA CELULAR

El trabajo celular es una estrategia a largo plazo. Si bien se esperan resultados en el corto y mediano plazo, no debemos olvidarnos que el propósito último es lograr un cambio de paradigma en la forma de ser iglesia. Es decir, se trata de pasar de la manera tradicional de ser iglesia a la manera de la iglesia del Nuevo Testamento. No estamos, pues, ante un programa temporal o una campaña de dos o tres años; se trata de lograr una nueva cultura de ayuda mutua y de ministerio de todos los santos. Al hablar de nueva cultura, nos referimos a un estilo de vida que se adopta de manera permanente.
Cuando la idea es que el modelo se sostenga en el largo plazo, el papel de los niños y jóvenes se vuelve muy importante. En unos diez años ellos serán los hombres idóneos que enseñarán también a otros. Pero si pensar en diez años nos parece que es un tiempo demasiado extenso es porque se está pensando en un esfuerzo temporal. El sacerdocio universal de los creyentes no es para una temporada solamente, es para toda la vida. De igual manera que el sacerdocio se trasladaba de padres a hijos, el ministerio de todos los creyentes debe pasar de una generación a otra. Eso, indudablemente, implica que hay que tomar a los niños y jóvenes bajo procesos muy serios de discipulado. Cuando la iglesia logra involucrar a la nueva generación asegura una fuente fresca y numerosa de nuevos líderes dispuesto a la batalla.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Children and youth in the cell church.
The cell work is a long-term strategy. While results are expected in the short and medium term, we must not forget that the ultimate purpose is to achieve a paradigm shift in the way of being church. That is, moving from the traditional way of being church to the way of the New Testament church. Therefore, we are not before a temporary program or a campaign of two or three years; It is about achieving a new culture of mutual aid and ministry of all the saints. When speaking of a new culture, we refer to a lifestyle that is adopted permanently.
When the idea is that the model is to be sustained in the long term, the role of children and youth becomes very important. In ten years they will be eligible men to teach others also. But if we think ten years seems to be a too extensive time that is because we are thinking of a temporary effort. The universal priesthood of believers is not for one season only, is for life. Just as the priesthood was transferred from parents to children, the ministry of all believers must pass from one generation to another. That undoubtedly means that you have to take the children and youth under very serious processes of discipleship. When the church manages to involve the new generation it ensures a fresh and numerous source of new leaders willing to battle.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Crianças e jovens na igreja em células.
O ministério celular é uma estratégia de longo prazo. Embora os resultados devam ser esperados a curto e médio prazos, nós não podemos esquecer que o propósito final é conseguir uma mudança de paradigma na forma como fazemos igreja. Eu me refiro a mudança do modelo tradicional de fazer igreja para a igreja do Novo Testamento. O ministério celular não é um programa temporário ou uma campanha de dois ou três anos, pelo contrário, isso é sobre a aquisição de uma nova cultura de ajuda mútua e do ministério de todos os santos. Quando se fala de uma nova cultura, nós nos referimos a um estilo de vida que é adotado de forma permanente.

Quando a igreja percebe que o ministério celular é a longo prazo, o papel das crianças e dos jovens se torna muito importante. Lembre-se que em dez anos, crianças e jovens serão os homens e mulheres elegíveis que irão ensinar outros. Mas se nós pensarmos que dez anos está em um futuro muito longe, é porque nosso pensamento é temporal. O sacerdócio universal de todos os crentes não é só para um período, é para a vida. Assim como o sacerdócio é transferido de pais para filhos, o ministério de todos os crentes deve ser passado de uma geração para outra. Isso significa que nós devemos levar as crianças e os jovens a sério e garantir que eles sejam discipulados. Quando a igreja envolve a próxima geração isso garante uma fonte nova de novos líderes que estão dispostos a entrar na batalha e se tornarem a próxima geração de ministros.

jueves, 24 de noviembre de 2016

MULTIPLICACIÓN A PARTIR DE LOS NUEVOS CREYENTES.

Cuando una iglesia hace su transición al trabajo celular parte de una base muy importante: los miembros maduros de la congregación. En los primeros años no será difícil encontrar nuevos candidatos a líderes dado que la congregación ya cuenta con personas maduras en la fe y con cierta habilidad para el liderazgo. No obstante, cuando esa base inicial se agota la capacidad de multiplicación tiende a decrecer. En ese punto es donde surge la pregunta: ¿De dónde se obtendrán nuevos líderes? La respuesta es que deben ser generados a partir de las personas nuevas que van ingresando a la iglesia.
Para hacer eso posible se necesita cuidar de los nuevos creyentes y hacerlos discípulos hasta que se conviertan en nuevos líderes. Una herramienta importante para lograrlo es la Ruta del Líder o curso de entrenamiento. Normalmente la Ruta del Líder va de la conversión al liderazgo. De esa manera, toda persona que cree en una iglesia celular sigue un camino que le conducirá a convertirse en un nuevo líder de célula. Por supuesto que ese proceso toma su tiempo. Pero, una vez la Ruta ha sido establecida, se convierte en un flujo continuo de nuevos creyentes que van camino al liderazgo. En la medida que el tiempo pasa, cada vez son más las personas siendo entrenadas en la Ruta del Líder. Aunque la primera promoción tomará su tiempo en completar su entrenamiento, la siguiente semana vendrá otra y así sucesivamente.
Para que eso tenga éxito se necesita involucrar a todo nuevo creyente en la Ruta del Líder. En otras palabras, cerrar la puerta trasera para retener el fruto de la evangelización en las células. De esa manera, el ciclo celular se alimenta a sí mismo y la capacidad de multiplicación se extiende en el tiempo. Tal vez no de manera tan agresiva como al principio, pero sí de manera sostenida y constante.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Multiplication through new believers.
When a church makes its transition to the cell work it starts off with a very important foundation: the mature members of the congregation. In the early years it will not be difficult to find new candidates for leaders since the congregation already has mature people in the faith and with certain leadership ability. However, when the initial foundation drains out the multiplication capacity tends to decrease. At that point it is where the question arises: Where do we find new leaders? The answer to this is that these must be generated through the new people entering the church.
To make that possible we need to take care of the new believers and make them disciples until they become new leaders. An important tool to achieve this is the Leader’s Route or training course. The Leader’s Route normally goes from conversion to leadership. Thus, every person in a cell church who believes follows a path that will lead him to become a new cell leader. Of course this process takes time. But once the route has been established, it becomes a continuous flow of new believers on their way to leadership. As time passes by, more and more people are trained on the Leader’s Route. Although the first class will take time to complete their training, the next week will come another and so on.
For that to succeed you need to involve all new believers in the Leader’s Route. In other words, close the back door to retain the fruit of evangelism in cells. Thus, the cell cycle feeds on itself and the multiplication capacity extends over time. It will probably not be as aggressive as in the beginning, but it will be sustained and constant.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Multiplicação através novos crentes.
Quando uma igreja faz a sua transição para o ministério de células, que começa com uma base muito importante: os membros adultos da congregação. Nos primeiros anos não é difícil de encontrar novos líderes desde a congregação já tem pessoas maduras com capacidade de liderança. No entanto, quando a liderança inicial poço seca, a capacidade de multiplicar estagna. Neste ponto, surge a pergunta: Onde é que a igreja encontrar novos líderes? A resposta é que eles devem ser gerados através das novas pessoas que entram na igreja.
Para tornar isso possível, a igreja precisa para cuidar dos novos crentes e prepará-los para se tornarem discípulos que eventualmente se tornam os novos líderes. Uma ferramenta importante para alcançar este objectivo é a rota do Líder ou curso de formação. Rota do Líder normalmente vai de conversão à liderança. Assim, cada crente em uma igreja em células segue um caminho que vai levá-lo a se tornar um líder de célula nova. É claro que este processo leva tempo. Mas uma vez que a rota foi estabelecida, torna-se um fluxo contínuo de novos crentes em seu caminho para a liderança. Como o tempo passa, mais e mais pessoas são treinadas na Rota do Líder e há um fluxo contínuo de novas pessoas que produz novos líderes de célula.

Para que isso suceda uma igreja precisa envolver todos os novos crentes na Rota do Líder. Em outras palavras, é essencial para fechar a porta de trás para manter o fruto do evangelismo nas células. Deste modo, o ciclo celular alimenta a si mesma e a capacidade de multiplicação se estende ao longo do tempo. Ele provavelmente não vai ser tão agressiva como no início, mas vai ser sustentado e constante.

jueves, 17 de noviembre de 2016

EL EVANGELISMO DENTRO DE LA CÉLULA.

El entrenamiento para el evangelismo es parte de la formación de los líderes de célula. Ese entrenamiento se base en las verdades descubiertas por el evangelismo, por ejemplo, que la mayor parte de personas creen al evangelio por haberlo escuchado de un amigo, familiar o conocido. Que las conversiones se producen después de escuchar el evangelio varias veces. Que a mayor cantidad de personas cristianas se conocen aumentan las probabilidades que se termine creyendo. Que las personas creen más por la obras de los cristianos que por sus palabras.
Cada uno de estos principios cobran vigencia dentro del trabajo celular, ya que es allí donde las personas pueden conectar a sus amigos y parientes. Dado que el trabajo celular se realiza semanalmente, aumentan las ocasiones en que las personas pueden escuchar el evangelio. Dado que la base de las células es relacional, las personas pueden conocer a más cristianos cuando participan de la reunión en casa. El ambiente es el adecuado y las condiciones se prestan no solo para conocer a otros cristianos sino también para que sus obras se hagan visibles.
Es importante que los líderes puedan tener una conciencia de estos y otros principios para que de manera intencional fomenten las conductas y estilos de vida de los miembros de la célula para dar un testimonio eficaz del evangelio.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Evangelism within the cell.
Training for evangelism is part of the formation of the cell leaders. That training is based on the truths discovered by evangelism, for example, that most people believe in the gospel because they have heard it from a friend, relative or acquaintance.  That conversion occurs after hearing the gospel several times. That the more Christians you known the more possibilities to end up believing. That people believe more because of the works of Christians than by their words.
Each of these principles are in forced within the cell work, thus it is where people can connect to their friends and relatives. Since the cell work is developed weekly, the chances people can hear the gospel increase. Since the foundation of the cells is relational, people can meet more Christians when attending the house meeting. The atmosphere is the right one and the conditions are provided not only to meet other Christians but also for their works to become visible.
It is important that leaders can have an awareness of these and other principles to intentionally promote behaviors and lifestyles of cell members to give an effective testimony of the gospel.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Evangelismo dentro da célula.

Ao equipar as pessoas para o evangelismo, é importante lembrar que a maioria das pessoas acredita na mensagem do Evangelho porque elas têm ouvido sobre ele por um amigo, parente ou conhecido. A conversão geralmente acontece após uma pessoa ter ouvido do Evangelho muitas vezes ao longo de um período de tempo. Em outras palavras, quanto maior a quantidade de cristãos que um descrente entra em contato, maior é a probabilidade de que essa pessoa acabe se tornando um cristão.
Outro princípio importante é que as pessoas geralmente recebem Jesus por causa das ações de outros cristãos, em vez de por meras palavras.
Cada um destes princípios deve ser ensinado no equipamento do discipulado (trilho de treinamento) e reforçado constantemente.
As células proporcionam um ambiente ideal para se conectar com amigos e parentes. Já que o ministério celular é desenvolvido semanalmente, há mais chances para que as pessoas ouçam a mensagem do Evangelho. Como o fundamento das células é relacional, os incrédulos podem conhecer os cristãos ao participar da reunião doméstica. A atmosfera é relacional e os incrédulos têm a oportunidade não só de ouvir a mensagem do Evangelho, mas também de vê-la visivelmente através dos membros da célula.
É importante equipar os membros da célula nestes princípios para que eles possam alcançar os amigos e parentes, bem como mostrar por suas ações que Jesus vive. 

jueves, 10 de noviembre de 2016

EL EVANGELISMO EN LAS CASAS

“Y perseveraban unánimes cada día en el templo, y partiendo el pan en las casas, comían juntos con alegría y sencillez de corazón, alabando a Dios, y teniendo favor con todo el pueblo. Y el Señor añadía cada día a la iglesia los que habían de ser salvos.” Hechos 2:46-47. En este pasaje muy conocido de la Biblia, se establece una relación entre la simpatía que las personas desarrollaban hacia los creyentes y su decisión de sumarse a ellos. La simpatía de las personas por los creyentes se originaba en la observación de su forma de vida. El hecho de estar juntos, el compartir los bienes, la alegría, la sencillez del corazón que mostraban eran elementos que inclinaban a las personas a creer. El elemento clave de las conversiones era el estilo de vida de los cristianos.
Existen varias maneras de evangelizar. Algunas muy creativas, otras muy sencillas; unas muy innovadoras, otras muy antiguas. Todas ellas son utilizadas por Dios para que, de todas formas, muchos sean alcanzados para Jesús. No obstante, el evangelismo que se hacía en la célula tenía la ventaja de proveer el ambiente para que los creyentes mostraran su fe por medio de su forma de vida. Se ha dicho que una acción puede más que mil palabras y eso se vuelve a favor del evangelio cuando las personas viven su fe de maneras prácticas. El evangelismo celular no es una técnica innovadora sino que es el escaparate donde los creyentes muestran sus frutos de amor y fe. Además, tiene la ventaja de que cada conversión se produce en un ambiente familiar, en el seno de la comunidad cristiana. La persona no solo cree en Jesús, cayendo en el vació, sino que es acogido por personas que le acompañan, le mentorean y le discipulan. La puerta trasera es cerrada y así las personas son más perseverantes. Así, la iglesia creció y el número de los creyentes se multiplicó.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Evangelism in the houses.
So continuing daily with one accord in the temple, and breaking bread from house to house, they ate their food with gladness and simplicity of heart, praising God and having favor with all the people. And the Lord added to the church daily those who were being saved”. Acts. 2: 46-47. In this well-known passage from the Bible, a relationship between the sympathy that the people developed toward the believers is established and their decision to join them. The sympathy of people towards the believers originated in observing their lifestyle. Their being together, their sharing their belongings, the joy, the simplicity of heart they showed, were elements that inclined people to believe. The key element of conversions was the lifestyle of Christians.
There are several ways to evangelize. Some very creative, some very simple; other very innovative, other very old. All of them are used by God so that, in anyway, many are reached for Jesus. However, the evangelism developed in the cell had the advantage of providing the environment for believers to show their faith through their way of life. It has been said that an action can achieve more than a thousand words and that becomes an asset for the gospel when people live their faith in practical ways. Cell evangelism is not an innovative technique but is the display where believers show their fruits of love and faith. Besides it has the advantage that each conversion occurs in a family atmosphere within the Christian community. The person not only believes in Jesus, falling into a void, but is welcomed by people who accompany him, mentor and disciple him. The rear door is closed and so people are more persistent. Thus, the church grew and the number of believers multiplied.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Evangelismo nas casas.
“Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em casa e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos” (Atos 2:46-47 NVI). Nessa passagem bem conhecida da Bíblia, uma empatia era estabelecida nos corações dos incrédulos conforme eles testemunhavam as vidas dos cristãos. Como isso aconteceu? Em primeiro lugar, os incrédulos observaram o estilo de vida dos primeiros crentes. Eles viram como os crentes viviam uma vida simples, se amavam, compartilhavam tudo e mantinham a alegria. Mais uma vez, o elemento chave no evangelismo era o estilo de vida dos primeiros cristão.
Existem muitos métodos de evangelismo. Alguns são bem criativos, enquanto outros são simples; alguns são novos e outros são bem antigos. Todos eles são usados por Deus para alcançar pessoas para Jesus. No entanto, nós devemos lembrar que o evangelismo celular tem a distinta vantagem de permitir os incrédulos observarem o estilo de vida dos crentes, antes de aceitarem Jesus. Tem sido dito que uma ação pode conseguir mais do que mil palavras e isso se torna um trunfo para o evangelho, quando as pessoas vivem a sua fé de maneira prática. Evangelismo celular não é uma técnica inovadora. De outra forma, isso está permitindo que os incrédulos testemunhem o fruto do amor e fé. No evangelismo celular também existe a vantagem de cada conversão acontecer em uma atmosfera familiar dentro da comunidade cristã. A pessoa não cai em um vazio depois de crer. Em vez disso, o convertido é recebido por pessoas que o acompanham e, em seguida, instruem e discipulam ele. Como no livro de Atos, muitos irão se converter a Jesus, conforme eles virem as vidas transformadas na célula. 

jueves, 3 de noviembre de 2016

LA IGLESIA CELULAR Y LOS EVANGELISTAS.

El sistema celular es capaz de reunir a cientos o miles de personas cada semana en las casas. La cantidad de personas alcanzadas por las células es similar a la que los evangelistas pueden reunir en sus eventos evangelizadores. Es un esfuerzo evangelizador amplio y constante. ¿Una iglesia celular necesita de evangelistas cuando tiene tan amplios resultados y sin los costos de los grandes eventos? La respuesta es sí. El ministerio de evangelista no es una ocurrencia humana sino un don que el Señor Jesús ha otorgado a su iglesia. Teniendo en cuenta que la iglesia del Nuevo Testamento se reunía en las casas, es evidente que el modelo bíblico completo es el evangelista sirviendo a la iglesia celular.
En realidad, los resultados del evangelista se aprovechan mucho mejor cuando la iglesia es celular. La razón es que la iglesia celular está preparada para atender a los nuevos conversos de mejor manera que una iglesia tradicional. ¿Qué puede hacer una iglesia tradicional con 300 nuevas conversiones en un solo día de evento con un evangelista? En cambio, para una iglesia celular, atender a 300 nuevos creyentes es fácil: se les distribuye entre las células. Si la iglesia tiene 100 células le corresponde un promedio de 3 nuevos conversos por célula. Una cantidad muy fácil de manejar y que por el carácter de las células se convierte en un cuidado permanente y discipulador.
Esa es la manera cómo Dios diseñó su iglesia. Pueden existir otras maneras de ganar a las personas para Jesús. Pero, si queremos seguir el modelo del Nuevo Testamento, invita a un evangelista.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

The cell church and the evangelists.
The cell system has the ability to gather hundreds or thousands of people each week in houses. The number of people reached by cells is similar to that which evangelists can gather in their evangelistic events. It is a broad and constant evangelistic effort. Does a cell church need evangelists when it has such broad results without the costs of having major events? The answer is yes. The ministry of evangelists is not a human occurrence but a gift that the Lord Jesus has given to His church. Given that the New Testament church met in houses, it is clear that the entire biblical model is the Evangelist serving the cell church.
In fact, the results of an evangelist are better capitalized when the church is a cell church. The reason is that the cell church is better prepared to take better care of the new converts than a traditional church. What can a traditional church do with 300 new conversions in a single day event with an evangelist? However, for a cell church, taking care of 300 new believers is easy: they are distributed among the cells. If the church has 100 cells it corresponds to an average of 3 new converts per cell. An easy number to handle and because of the cells character it becomes a permanent and discipler care.
That's the way how God designed his church. There may be other ways to win people for Jesus. But if we want to follow the New Testament model, invite an evangelist.



TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

A igreja em células e os evangelistas.
O sistema celular tem a habilidade de reunir centenas ou milhares de pessoas nas casas toda semana. O número de pessoas alcançadas através das células é semelhante ao que evangelistas conseguem reunir em seus eventos evangelísticos. É um esforço evangelístico amplo e constante. Uma igreja em células precisa de evangelistas quando ela tem resultados tão amplos sem os custos de realizar grandes eventos? A resposta é sim. O ministério de evangelistas não é um acontecimento humano, mas um dom que o Senhor Jesus deu para a Sua Igreja. Levando em conta que a igreja do Novo Testamento se encontrava nas casas, é claro que o modelo bíblico inteiro é o evangelista que serve na igreja em células.
De fato, os resultados de um evangelista são capitalizados melhor quando a igreja é uma igreja em células. A razão é que a igreja em células é mais preparada para cuidar melhor dos novos convertidos  do que uma igreja tradicional. O que uma igreja tradicional faz com 300 novas conversões, em um único dia, com um evento evangelístico?
Contudo, para uma igreja em células, cuidar de 300 novos crentes é fácil: eles são distribuídos entre as células. Se a igreja tem 100 células, isso corresponde a uma média de 3 novos convertidos por célula. Esse é um número fácil de lidar e, por causa do caráter da célula, os novos convertidos poderão ser discipulados continuamente.

Essa é a forma que Deus projetou Sua igreja. Podem haver outras maneiras de ganhar pessoas para Jesus. Mas se nós queremos seguir o modelo do Novo Testamento, convida um evangelista.

jueves, 27 de octubre de 2016

PLANTANDO UNA IGLESIA CELULAR.

Una de nuestras primeras iglesias filiales en los Estados Unidos fue la que se ubicó en la ciudad de Los Ángeles. La iglesia nació bajo el sistema celular desde el primer momento. Posteriormente, comenzaron a aparecer las iglesias hijas de esa congregación inicial. Una de las hijas se asentó en el Valle de San Fernando, una hora al norte de Los Ángeles. En ese lugar la iglesia se estableció en la ciudad de Panorama siguiendo siempre el modelo celular. Las células se fueron extendiendo por el área del Valle hasta que llegaron a la ciudad de Reseda. Allí, el fenómeno de la multiplicación permitió que el numero de personas en las células llegara a varias docenas.
Dado ese crecimiento, en marzo de 2000 se decidió enviar al joven Jorge Peña, quien llegó como obrero responsable de las células en esa ciudad. La multiplicación continuó y otorgó a las células la capacidad de rentar un local para las celebraciones. Las células continuaron multiplicándose aún más y después de pasar por dos locales, cada vez con mayor capacidad, la iglesia dio el salto para comprar un edificio ubicado sobre una de las principales calles de la ciudad. En la actualidad, nuestra iglesia en Reseda ha sobrepasado las 5,000 personas y se ha convertido en nuestra filial más numerosa en los Estados Unidos. Es un ejemplo de iglesia que se plantó a partir de una célula.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Planting a cell church.
One of our first branch churches in the United States was the one that was located in the city of Los Angeles. The church was born under the cell system from the start. Subsequently, the daughters’ churches of the initial congregation began to appear. One of the daughters settled in the San Fernando Valley, an hour north of Los Angeles. The church was established in that place, in the city of Panorama, always following the cell model. The cells started to spread around the Valley area until they reached the city of Reseda. The phenomenon of multiplication there, allowed the number of people in the cells to reach several dozen.
Given that growth, in March 2000 it was decided to send the young man Jorge Peña, who arrived as the responsible worker for the cells in that city. The multiplication continued and it gave the cells the ability to rent a place for celebrations. The cells continued to multiply even more and after going through two facilities, with increasing capacity, the church made the leap to buy a building located on one of the main streets of the city. At present, our church in Reseda has exceeded 5,000 people and has become our largest branch church in the United States; it is an example of a church that was planted from a cell.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Plantando uma Igreja em Células.

Uma das nossas primeiras igrejas filiais nos Estados Unidos ficava na cidade de Los Angeles. A igreja nasceu sob o sistema celular desde o início. Posteriormente, as novas igrejas filhas começaram a aparecer. Uma dessas plantas começou em San Fernando Valley, que fica uma hora ao norte de Los Angeles. A igreja foi estabelecida na cidade de Panorama, e desde o início era uma igreja em células. As células começaram a se espalhar pela área do Vale (San Fernando Valley) até chegarem à cidade de Reseda. O fenômeno da multiplicação celular continuou até que haviam várias dúzias de células.

Por causa do crescimento celular emocionante, em março de 2000 a igreja-mãe enviou Jorge Peña para supervisionar a igreja. A multiplicação continuou até que havia dinheiro suficiente para alugar um auditório para os cultos de celebração. As células continuaram a se multiplicar ainda mais e, depois de passar por duas instalações, a igreja deu o salto para comprar um edifício localizado em uma das principais ruas da cidade. Atualmente, a igreja em Reseda ultrapassou 5.000 pessoas e se tornou a nossa maior igreja filial nos Estados Unidos; ela é um exemplo de uma igreja que foi plantada a partir de uma célula.

jueves, 20 de octubre de 2016

¿MEGA IGLESIAS O PLANTACIÓN DE IGLESIAS?

El movimiento celular moderno fue impulsado por el pastor David Yonggi Cho. Al mismo tiempo, su iglesia llegó a ser la más numerosa del mundo. Eso fijó fuertemente la idea que el trabajo celular conducía a la edificación de mega iglesias. Pero, como se ha explicado antes, no todas las iglesias celulares llegan a convertirse en mega iglesias. De hecho, casi todas las iglesias celulares no son mega iglesias. El modelo celular no es un instrumento para levantar mega iglesias sino un esfuerzo por volver al modelo de la iglesia del Nuevo Testamento.
En el afán de llegar a ser mega iglesias, muchos pastores se concentraron en el esfuerzo del crecimiento numérico. En la medida que sus ministerios se expandieron fueron concentrando a los nuevos creyentes en una sola congregación, hasta que llegaron a su límite. El límite estuvo marcado por elementos tales como el tipo de ministerio que se posee, la visitación de Dios y sus propósitos, la ubicación geográfica de la iglesia, etc. En el esfuerzo de construir una mega iglesia evitaron plantar nuevas iglesias y, así, el alcance se detuvo.
No hay duda que las mega iglesias tienen sus ventajas: influencia poderosa en la sociedad, concentración de recursos, unificación de esfuerzos y criterios, testimonio evidente de crecimiento, etc. Pero, el fenómeno de las mega iglesias es más una excepción que una norma. Responde al designio de Dios para una ciudad. De allí que es muy importante saber discernir qué es lo que Dios desea para cada iglesia. No sea que por edificar una mega iglesia se pierda la oportunidad de plantar muchas iglesias pequeñas pero que serán la luz que el mundo necesita.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Mega churches or church planting?
The modern cell movement was impelled by Pastor David Yonggi Cho. At the same time, his church became the largest in the world. That growth set strongly the idea that the cell work led to building mega churches. But, as explained before, not all cell churches become mega churches. In fact, almost all cell churches are not mega churches. The cell model is not an instrument to raise up mega churches but an effort to return to the model of the New Testament church.
In an urge to become mega churches, many pastors focused on the effort of numerical growth. As their ministries expanded they started to concentrate the new believers in a single congregation, until they reached their limit. The limit was marked by elements such as the type of ministry that one has, God’s visitation and his purposes, the geographic location of the church, etc. In the effort to build a megachurch they avoided planting new churches and thus the outreach stopped.
There is no doubt that mega churches have their advantages: powerful influence in society, concentration of resources, unification of efforts and criteria, clear evidence of growth, etc. But the phenomenon of mega churches is more an exception than a rule. It responds to God's plan for a city. Hence it is very important to discern what God wants for each church. Lest that by building a mega church the opportunity to plant many small churches that will be the light that the world needs is lost.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Mega igrejas ou plantação de igrejas?
O ímpeto por trás do movimento modermo de igreja em células foi graças ao Pastor David Yonggi Cho e da Igreja do Evangelho Pleno de Yoido. Através do ministério celular, a igreja de Cho cresceu a ponto de ser a maior do mundo e da história do cristianismo. O crescimento da Igreja do Evangelho Pleno de Yoido criou a ideia de que o ministério celular leva ao surgimento de mega igrejas. A realidade é que muito poucas igrejas em células tornam-se mega-igreja. A motivação do ministério de igreja em células não é se tornar uma mega igreja, mas retornar ao modelo de igreja do Novo Testamento.
Ainda assim, muitos pastores adotaram o modelo celular para se tornarem uma mega igreja e experimentarem um crescimento numérico. Na tentativa de levantar uma mega igreja, certos pastores têm evitado plantação de novas igrejas. Como seus ministérios expandiram, eles começaram a concentrar os novos crentes em uma única congregação, até que eles atingiram o seu limite. O que é esse limite? Depende de muitos fatores, tais como o chamado do pastor principal, o propósito de Deus, a localização geográfica da igreja, e assim por diante.
Não há dúvida de que megas-igrejas têm suas vantagens: poderosa influência na sociedade, a concentração de recursos, a unificação de esforços e critérios, evidência clara de crescimento, e assim por diante. Mas o fenômeno de megas igrejas é a exceção e não a regra. Isso depende dos planos de Deus para uma cidade. Por isso, é muito importante discernir o que Deus quer para cada igreja. No entanto, os pastores precisam ter cuidado para não perderem o plano de Deus de plantar novas igrejas que acabará por oferecer luz e vida a um ferido e perdido.