jueves, 16 de octubre de 2014

OTRAS DISCIPLINAS ESPIRITUALES DEL LÍDER.

El desierto, por su misma naturaleza, no ofrece muchas distracciones para el ser humano. Las personas que viven allí tienen mucho tiempo para cultivar hábitos que no son comunes en las zonas urbanas. Por ello, el desierto fue el lugar por excelencia donde Dios hablaba a los hombres. Las condiciones más comunes del desierto son la soledad, el silencio y la meditación.
Veamos cada una de ellas. La soledad mueve al hombre a volverse hacia sí mismo. La interiorización permite a las personas llegar a conocerse muy bien. Sus fortalezas, sus debilidades, sus motivaciones, sus ideales. El conocerse a sí mismo es lo que permite al ser humano poder sobreponerse a las peores dificultades de la vida.
El silencio tiene la cualidad de cultivar una paz que no se experimenta sino solamente mientras se calla. Nuestra cultura moderna, urbana y sobre poblada no nos permite apreciar la virtud del silencio. Pero, sin duda, que no hay mejor tesoro que la paz que se encuentra en el silencio.
Por su parte, la meditación es la que permite recoger las joyas de las dos características anteriores. La soledad y el silencio sin meditación no podrían ofrecer mayores beneficios. Pero las tres condiciones actuando juntas pueden ayudar al ser humano a encontrarse a sí mismo y a encontrar su misión. Ese es el sentido de la vida de Abraham en el desierto. De los cuarenta años de meditación de Moisés. De los treinta años de soledad de Juan el Bautista. De los cuarenta días de ayuno en el desierto de Jesús. Y ese sentido de la soledad, el silencio y la meditación es el que el líder debe rescatar en la medida de lo posible en nuestras culturas atestadas y apresuradas para una espiritualidad verdaderamente vigorosa.


TRADUCCIÓN AL INGLÉS

Other spiritual disciplines for the leader.
The desert, by its very nature, doesn’t offer many distractions to humans. People that live there have a lot of time to cultivate habits that are not common in urban areas. That is why; the desert was the best place where God spoke to men. The desert’s most common conditions are solitude, silence and meditation.
Let's check each one of them. Solitude moves man to turn to himself. Internalization allows people to get to know themselves very well; their strengths, weaknesses, motivations and ideals. Knowing oneself is what allows human beings to overcome the worst difficulties of life.
Silence has as a characteristic the ability to cultivate a peace that can only be experienced while you are quiet. Our modern, urban and overcrowded culture doesn’t allow us to appreciate the virtue of silence. But surely there is no better treasure than the peace found in the silence.
On the other hand, meditation is what allows to collect the jewels of the above two features. Solitude and silence without meditation couldn’t offer greater benefits. But the three conditions acting together can help man to find himself and find his mission. That is the meaning of Abraham's life in the desert. Of Moses’ forty years of meditation. Of John the Baptist’s thirty years of solitude and of Jesus’ forty-day fasting in the desert. And that sense of solitude, silence and meditation is what the leader must rescue, to the extent possible, in our crowded and hasty cultures in order to have a truly vigorous spirituality.


TRADUCCIÓN AL PORTUGUÉS

Outras disciplinas espirituais da líder.
O deserto, por sua própria natureza, não oferece muitas distrações para os seres humanos. As pessoas que vivem lá tem um monte de tempo para cultivar hábitos que não são comuns em áreas urbanas. É por isso que muitas vezes Deus fala ao povo no deserto. Condições mais comuns do deserto são a solidão, silêncio e meditação. Vamos verificar cada um deles.
Solidão move o homem a voltar-se para si mesmo. Internalização permite que as pessoas para conhecer-se muito bem: seus pontos fortes, pontos fracos, motivações e ideais. Conhecer a si mesmo é o que permite que os seres humanos para superar as piores dificuldades da vida.
Silêncio tem como característica a capacidade de cultivar uma paz que só pode ser experimentado quando você estiver quieto. A nossa cultura moderna, urbana e superlotadas não nos permitem apreciar a virtude do silêncio. Mas, certamente, não há melhor do que o tesouro encontrado a paz no silêncio.
Por outro lado, a meditação é o que permite que as pessoas para recolher as jóias das duas características acima. Solidão e silêncio sem meditação não oferecem muitos benefícios. Mas as três condições que agem em conjunto pode ajudar o homem a encontrar-se e encontrar a sua missão. Esse é o significado da vida de Abraão no deserto; de Moisés quarenta anos de meditação; de de João Batista 30 anos de solidão; e do jejum de quarenta dias de Jesus no deserto.
Mesmo em nossa lotado, cultura apressada, os líderes devem recapturar a disciplina de solidão, silêncio e meditação se eles vão ter uma vida espiritual verdadeiramente vigoroso.